Câmara Municipal de Arcos/MG

Câmara Municipal recebe alunos e vereadores declaram apoio a estudantes sem transporte

Câmara Municipal recebe alunos e vereadores declaram apoio a estudantes sem transporte

Na última segunda-feira (05) os estudantes arcoenses que necessitam de transporte para faculdades de cidades da região foram recebidos na Câmara para tratar da interrupção do serviço. Os alunos solicitaram aos vereadores o compromisso de cumprimento da Promessa de Governo por parte do executivo. Era de costume a prefeitura arcar com 70% e os alunos com os 30% restantes.

De acordo com os estudantes, a primeira semana letiva, foi paga integralmente pelos próprios alunos. E após procurarem a responsável pelos transportes da prefeitura foram informados que a licitante vencedora do serviço seria uma cooperativa de Belo Horizonte se comprometendo à execução a partir do mês de Março.

Diversas reuniões foram feitas entre os coordenadores dos ônibus, prefeitura e Semed para tentar alinhar tal situação (cadastramento de alunos, quantidade, rotas, etc) antes do retorno das aulas e após o início do ano letivo, porém, não conseguiram chegar a um acordo.

 Nesta segunda-feira, os alunos foram deixados sem o transporte, o que gerou muita indignação, fazendo com que eles buscassem o apoio dos vereadores na Reunião Ordinária.

De acordo com a estudante Daiany de Araújo Silva, eles querem a normalização do serviço e o cumprimento por parte da prefeitura, da concessão do benefício de 70% do valor total do transporte.

 “Após arcarmos durante sete dias com o valor integral do transporte universitário fomos surpreendidos com a notícia que nesse dia não haveria ônibus, para Bom Despacho, e que haveria uma reunião na casa  de cultura para que a prefeitura prestasse maiores esclarecimentos. Seguimos para a reunião e lá constatamos que alunos de faculdades de Formiga e também de Divinópolis não tiveram transporte disponibilizado.

O que foi nos passado é que a cooperativa, que prestaria o serviço não estava habilitada para prestar o serviço e por isso, não teve o transporte.

Depois de uma conversa  com o Secretário de governo Otávio Miranda, o mesmo se comprometeu a viabilizar uma solução para o problema  até que uma nova licitação fosse feita. A proposta de assumir o transporte foi feita a uma empresa local, que em resposta alegou prestar o serviço desde que em conformidade com a lei e ajuste de valores, uma vez que a licitante vencedora não pratica preços viáveis de mercado. Feito isso seguimos para a Câmara, onde os vereadores nos receberam e ouviram nossas reivindicações”. Conta a estudante.

 

Os vereadores afirmaram apoio aos alunos e representação perante o Executivo para que cumpra as promessas e retome o serviço com presteza e segurança.